Ômega 6 e ômega 3

omega 6 omega 3

omega 6 omega 3

Já faz bastante tempo que é um consenso no mundo da saúde que uma dieta saudável deve incluir uma quantidade de gorduras, mas só aquelas consideradas “boas”. E quando se pensa em gorduras “boas”, logo já vem à cabeça estes termos: ácidos graxos polinsaturados (PUFAs), ômega 6 e ômega 3. Mas, afinal, o que são ômega 6 e 3?

Agora vem uma parte meio chata, quem quiser pode pular para a parte legal… Entre dois carbonos pode existir uma ligação simples, dupla ou tripla. Para um ácido graxo ser considerado polinsaturado ele deve conter mais de uma ligação dupla –insaturação– na sua cadeia carbônica. Como na Química existem regras para se dar nome às substâncias, o número 3 e 6 (existe também o 9!) se refere ao número do carbono da primeira insaturação, contando a partir da ponta não-ácida (sem carboxila). Eles são considerados ácidos graxos essenciais, pois são necessários para o nosso organismo, mas não conseguimos produzi-los. O principal representante dos ω6 é o ácido linoleico e o do ω3 é o ácido alfa-linolênico. Esses ácidos graxos essenciais possuem diferentes papéis no organismo, eu poderia até escrever um outro post só falando sobre a relação deles com o metabolismo cerebral… Fim da parte chata!

Agora a parte legal! Nos tempos modernos, devido à evolução da agricultura e modernização da indústria de óleos, começamos a ter mais disponibilidade de óleos vegetais ricos em ômega 6. E, a partir da década de 50, foram publicados vários estudos relacionando o consumo de polinsaturados (leiam a pergunta no final do post), especialmente o ω6, com a diminuição dos níveis de colesterol. Assim, nos últimos 100 anos, tivemos um aumento considerável da ingestão de ω6, alterando a proporção em relação à ingestão de ω3.

Aqui no Brasil, se conversarmos com as gerações passadas (avós, tios…), não é difícil encontrar gente que não tinha contato com óleo de soja e que estavam acostumados a comer alimentos preparados em gordura de origem animal. A vida moderna nos proporcionou uma alimentação com uma proporção entre ômega 6 e 3 diferente daquela de anos atrás… Alguns trabalhos científicos relatam que os países ocidentais possuem alimentação com uma razão ω6/ω3 de 15-20:1 (15 a 20 partes de ω6 para cada uma de ω3). E esses estudos afirmam que essa razão já foi de 1:1!

E o que acontece com essa alteração na proporção de ω6 e ω3?

As nossas células (de mamíferos) não conseguem converter ω6 para ω3, pois nos falta uma enzima para fazer isso. E estes possuem funções distintas no nosso organismo, por isso o balanço desses ácidos graxos essenciais é muito importante para uma boa saúde. Com o aumento da ingestão de ω6, a cascata do ácido araquidônico vai ser mais ativada, produzindo mais eicosanoides relacionados à inflamação. Tudo isso é muito complexo e seria muito cansativo dar maiores explicações. Vou colocar uma imagem de um trabalho científico só para vocês terem ideia da complexidade…

Fonte: TITOS & CLARIA, Prostaglandins & Others Lipid Mediators, v. 107, p. 77-84, 2013
Fonte: TITOS & CLARIA, Prostaglandins & Others Lipid Mediators, v. 107, p. 77-84, 2013

Com esse aumento da ingestão de ω6, as nossas células adiposas ficam em estado inflamatório leve, porém, crônico e esse estado estaria relacionado a uma alteração metabólica de forma a promover a obesidade, entre outras coisas.

É por isso que algumas pessoas estão fazendo uma tal de dieta paleolítica! Na verdade, eu não sei se é necessário comer igual a um homem das cavernas… Talvez seja mais fácil fazer algumas alterações na alimentação, introduzindo alguns alimentos ricos em ω3 e diminuindo os óleos ricos em ω6. O ideal é procurar a ajuda de um nutricionista para ele prescrever uma dieta com boa proporção de ω6 e ω3. De qualquer forma, segue alguns alimentos ricos em ω3: peixes (salmão, bacalhau, sardinha etc.), chia, linhaça, ovo caipira de verdade, laticínios de gado alimentado em pastagem. A manteiga de gado confinado é bem branquinha e a de gado que come pasto tem uma cor amarela sem precisar de corante. Esse tipo de manteiga é difícil de encontrar em cidades grandes, mas é muito comum em cidades pequenas de Minas e Goiás.

Eu andei olhando a antiga Emulsão de Scott (óleo de fígado de bacalhau), que as mães davam para as crianças ficarem inteligentes, mas não gostei do fato de ter óleo de soja na formulação.

Uma pergunta: se o ideal é a ingestão de gordura polinsaturada, por que muita gente anda consumindo gordura saturada (óleo de coco)? Isso eu vou falar em outro post…

16 thoughts on “Ômega 6 e ômega 3

  1. Oi Patrícia!

    Que postagem legal sobre ômega 3 e 6, li com muito atenção e creio que as demais meninas também. Estou acompanhando seu blog mas só agora resolvi comentar. Você está realmente se empenhando nas matérias, com certeza terá muitas seguidoras pois seu blog tem uma proposta bem diferenciada.
    Bjos,
    Juliana.

  2. Oi Patrícia,

    Nossa fiquei muito feliz que atendeu a minha sugestão de tema! Você mandou muito bem mesmo. Fui até ler o artigo que fez referência na figura. O assunto é muito complexo mesmo mas ficou claro que devemos ter uma dieta balanceada de ômega 3 e 6.
    Estou ansiosa por ler sua próxima matéria, ao que tudo indica é sobre o óleo de coco, estou certa?
    Bjs,
    Vanessa.

  3. Olá Juliana!
    Obrigada! Eu pretendo continuar postando assim, com muito cuidado para não pesar a mão e ficar chato… A opinião de vocês é muito importante, assim eu vejo que estou no caminho certo.
    Bjs
    Patricia

  4. Olá Vanessa!
    Que bom que você gostou! Se quiser posso te passar algumas outras referências interessantes. Eu não gosto de ficar colocando referência, pois não quero que o post fique com cara de monografia, prefiro que eles fiquem como uma conversa informal para que todo mundo possa compreender… Mas se você quiser, posso te mandar um email com uns artigos interessantes. É só me avisar!
    Bjs
    Patricia

  5. Oi Patricia,

    Estou adorando seus posts, são muito agradáveis de ler. Não se preocupe que não está nem um pouco pesado de informação técnica. Você está falando de temas intrigantes e tais temas são complexos mesmo. Gostaria de saber mais da blogueira Patricia, pois adorei sua forma de abordar os assuntos, aliás acho que não sou só eu que penso assim rsrsrs.
    Bjs,
    Lucia

  6. Oi Patrícia,

    Adorei seus três posts sobre assuntos bem interessantes. Você fala com muita propriedade e me deixou bastante segura para tomar decisões. Quem sabe você mais pra frente você posta vídeos. Vai pensando…. Iremos gostar muito!!!!
    Bjs,
    Jessica

  7. Olá Lucia!
    Fico feliz que você está gostando! Eu vou falar um pouquinho de mim: tenho quase 39 anos (vou fazer no dia 13 agora!), eu sou goiana, mas moro atualmente em Brasília. Já morei muitos anos no estado de São Paulo, onde eu me formei em Farmácia, fiz mestrado (Ciência de Alimentos) e doutorado (Química). Como eu sempre gostei muito de assuntos voltados para beleza e saúde e já estava acostumada a ser “consultora” nesses assuntos, achei que eu podia passar um pouquinho do que sei. E estou adorando fazer isso!
    Bjs
    Patricia

  8. Olá Jessica!
    Obrigada! Fico feliz que estejam gostando!
    Quem sabe um dia eu faço videos… No momento, eu estou tentando encaixar o blog na rotina, pois ainda é uma novidade para mim…
    Mas não descarto essa possibilidade, vou pensando no assunto!
    Bjs
    Patricia

  9. Oi Patrícia,

    Que legal saber um pouco mais sobre você. Sua experiência será muito útil para nós rsrsrs. Parabéns é continue postando, aliás gostei do post sobre o batom, também tinha muita curiosidade em saber a mudança de cor.

    Bjs,
    Lucia

  10. Oi, Patrícia,
    Parabéns pela valiosa contribuição à beleza, expressando com propriedade e simplicidade.
    Sucesso cada dia mais crescente pra você.

    Maria Elizbeth Abrao.

  11. Olá Lúcia!
    Obrigada! Vou continuar postando sim!
    Bjs
    Patricia

  12. Oi, tia Beth!
    Obrigada! Espero que continue visitando e gostando!
    Bjs
    Patricia

  13. Oi Patrícia,
    Que matérias legais que você vem postando. Gostaria de parabenizá-la por todos os seus posts e confessar que estou a dias esperando suas novas postagens. Volte logo viu!!!

    Bjs,
    Joana.

  14. Olá, Joana!
    Obrigada! Estou voltando! Pretendo postar algo novo até antes do feriado.
    Com o incentivo de vocês, tudo fica mais fácil!
    Bjs
    Patricia

  15. Oi Patrícia,
    Que bom que me respondeu!!!fiquei tão feliz. Eu era amiga da Juliana mas conversamos somente uma ou duas vezes mas nunca me esqueci de você. Tempos bons aqueles na Unicamp…
    Sucesso no seu blog que está fantástico!!!

    Bjs,
    Carol

  16. Olá Carol!
    Faz muitos anos que não vejo a Juliana… Saudades daquela época!
    Obrigada!
    Bjs
    Patricia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *